» » MP de Contas realiza oficina de ambientação para novos servidores

MP de Contas realiza oficina de ambientação para novos servidores

postado em: Notícias | 0

05.03 Oficina Ambientação dos Novos Servidores (10)O Ministério Público de Contas realizou, nesta segunda-feira, 05 de março, a Oficina de Ambientação para os novos servidores da instituição. O treinamento tem como objetivo apresentar o trabalho realizado pelo MPC e TCE, esclarecer dúvidas, trocar experiências e possibilitar um conhecimento geral da instituição.

Durante a oficina, foram aprese  ntadas as estruturas organizacionais do TCE e MPC, os principais tipos de processo, instrumentos de trabalho das instituições, tipos de sanções aplicadas, assim como o trabalho da supervisão.

Os servidores que participaram do treinamento tomaram posse como Analistas de Contas no último dia 28 de fevereiro. A oficina foi ministrada por servidores mais experientes do MP de Contas. De acordo com a Analista de Contas Camila Parente, o objetivo foi alcançado. “Nós que ministramos a oficina estamos muito felizes com a receptividade e o compromisso dos participantes. A oficina foi bastante positiva, a turma participativa e bem interessada. A iniciativa deu um ânimo para nós antigos e para os novos também”, disse.

Para a nova integrante do MPC-MT, a Analista de Contas Deborah Queiroz Alves, as palestras foram enriquecedoras para sua formação profissional. “A oficina foi excelente. Notei que foi preparada com muito empenho pelos analistas. Consegui visualizar como será o meu trabalho no dia a dia, além de compreender o papel fundamental que irei exercer na instituição”, frisou Deborah.

De acordo com Caline Costa, empossada também recentemente, a oficina contribuiu para o entendimento sobre a importância do MPC-MT no processo de julgamentos do Tribunal. “ Através d05.03 Oficina Ambientação dos Novos Servidores (6)a oficina, conseguimos enxergar melhor as atividades que iremos executar em nossa nova função e dos meios disponíveis para exercê-la com maior qualidade possível. Além disso, facilitou nossa integração e nos permitiu assimilar o objetivo e a estrutura organizacional do MPC e do TCE”, conclui Caline.