» » Servidores arrecadam cestas básicas para moradores de aterro sanitário

Servidores arrecadam cestas básicas para moradores de aterro sanitário

postado em: Notícias | 0

Os servidores do Ministério Público de Contas arrecadaram 81 cestas básicas para famílias que vivem no aterro sanitário de Cuiabá. Os alimentos foram adquiridos na manhã do dia 3 de dezembro, depois de um mês de campanha interna. Os servidores foram convidados a participar deste ato de uma ação social realizada pela Loja Maçônica “Aprendizes de um Novo Tempo”. Foram arrecadados R$ 3.250,00 entre os servidores do MP de Contas, seus familiares e amigos.

De acordo com o Secretário Executivo Felix Alberto Ciekalski, ações sociais desenvolvem sentimentos de afeto e união entre todos os servidores. “Fiquei contente em poder participar de mais um movimento solidário promovido pelo MPC-MT, o pessoal que vive no aterro sanitário é um povo muito necessitado. Para quem doa, a sensação é maravilhosa e isso nos traz a prática da responsabilidade social, do altruísmo e da fraternidade”, frisou.

A Analista de Contas Caline Rodrigues, que também esteve à frente da arrecadação das doações, ressaltou que o MPC solidário de 2018 lhe ensinou muitas coisas. “Primeiramente, me mostrou mais uma vez que ter a possibilidade de ajudar o próximo é gratificante. Além disso, ao ver como os colegas aderirem tão prontamente à campanha, pude perceber que existem no mundo muitas pessoas dispostas a fazer a diferença na vida de alguém. A solidariedade é algo que quero que esteja sempre em minha vida, pois acredito que, com ela podemos sempre aprender lições valiosas.”

Para o Assessor Jurídico Lincoln Nadaf, responsável pelas ações socioambientais do MPC-MT, esta edição do MPC Solidário representa uma chance de praticar a generosidade. “Ao meu ver, é uma grande oportunidade de demonstrar o nosso amor ao próximo com um valor que parece simbólico, mas com toda a certeza, será de grande valia aos mais necessitados das famílias que vivem, muitas vezes, com dificuldades que nem imaginamos”, disse Lincoln.

O servidor do TCE-MT, Leonardo Saboia, um dos coordenadores da campanha, explica que a iniciativa transcende a boa ação. “Fazer um trabalho social, ajudar ao próximo nos momentos que eles mais precisam, além de ser um ato altruísta é uma oportunidade de conhecer outras realidades dentro da nossa cidade, um exercício de cidadania.”

A realização de projetos e ações desenvolvidos através do “MPC solidário” busca desenvolver a cultura socioambiental dos servidores, faz parte do Planejamento Estratégico de Longo Prazo (2015-2020) do MPC-MT.